Tenha um tempo para você!

A convidada no Bicha Fêmea de hoje é uma blogueira das que conheço há um tempo bastante razoável, quando tomo por referência o quanto que este espaço tem de vida. Já tive oportunidade de prestar a ela algumas homenagens, das que costumo fazer aproveitando da melhor forma que posso os famosos selinhos virtuais. Isso! Aqueles mesmos que vão de um blog a outro. Mas eu sempre quis mais, e não sossegava enquanto não pudesse tê-la como minha convidada…

Quando fiz o convite, tinha receio de que ela não aceitaria porque acompanho de perto (virtualmente) o vucovuco que é a vida real dela. Fabiana é uma mulher casada, tem filhos, dá conta do recado em casa e, de quebra, trabalha fora. A rotina dessa mulher multitarefa é corrida como a de tantas outras e, acredito, você deve se identificar.

O que me deixa sem entender é, acredite, ela gerencia dois blogs!! Um é de culinária e foi o primeiro que conheci – Delícias Culinárias – o segundo ela inaugurou pouco tempo depois e, como o Bicha Fêmea, é um espaço feminino de variedades – Ideias, Detalhes & Dicas. É preciso que se diga que os blogs não são feitos de qualquer jeito. O que se vê quando Fabiana posta é o resultado de um prévio trabalho, cuidadoso e de qualidade.

Fabiana sabe o quanto sua vida é intensa, cheia de responsabilidades e feitos diários. A consciência dessa corrida desenfreada de todos os dias e as consequências disso é revelada de forma lúcida e madura no texto que a bonita escreveu, e é um presente para muitas de nós que vive no piloto automático sem se dar conta do que isso significa.

A ocasião de final de ano e recomeço de outro sugere a chance de refazer as coisas de outro jeito. Fabiana já iniciou seu exercício pessoal para reconhecer isso na vida dela, e nos convida a reflexão sobre nossas próprias vidas. O texto é de quem tem autoridade e conhecimento de causa sobre o que está falando…se a carapuça servir, vista quem quiser!

Por Fabiana Correia – Idéias, Detalhes & Dicas

Tenha um tempo para você!

Quando recebi o convite da Lidi no meu e-mail, fiquei com medo! Não sou muito boa com as palavras, com o expressar! tudo na cabeça, mas para sair é uma luta!

Do medo e surpresa no primeiro momento, veio a alegria, e na cabeça começou a pipocar a seguinte indagação: sobre o que eu vou escrever? Sou expert em algum assunto?

Resolvi transcrever tudo o que tenho sentido esse ano, em especial no mês de Dezembro, e gostaria muito de compartilhar com as mulheres inteligentes que participam do Bicha Fêmea.

A minha vida nunca foi tão corrida quanto nos últimos anos. Casa, trabalho, família, igreja, escola das meninas, etc, etc. Eu até gosto de uma vida acelerada, mas não tanto como tem acontecido nesse último ano.

Resolvi me render a uma grande paixão: a culinária, mas por esse prazer meu tempo se esvaiu mais ainda.

Na lista sempre há tempo para tudo: arrumo a casa, preparo todas as refeições da casa (café da manhã, almoço e jantar), trabalho fora, não utilizo o carro para trabalhar, acompanho as meninas nas atividades escolares (trabalho, provas, culminâncias, etc), edito dois blogs (ao menos eu tento, rs ), participo ativamente de todas as atividades da igreja da qual faço parte, sou esposa, e agora inventei de fazer bolos decorados e bombons para fora.

Será que arrumei muita sarna para me coçar (aliás, nem tempo para isso eu tenho!!!)???

Não é reclamação, apenas.

Nessa lista vocês encontraram alguma coisa semelhante como: ir ao cabeleireiro, caminhar, fazer as unhas, passear no shopping, pelas lojas do centro, tomar um sorvete, fazer artesanato, ler um bom livro???

Eu amo passear pelas lojas de artesanatos e confeitaria, se eu pudesse passaria horas e mais horas nesses lugares. Isso é ter tempo para mim: fazer o que eu gosto sem ter que correr porque preciso preparar o jantar, o ônibus vai atrasar, tenho tarefas para revisar com as meninas… isso deixa qualquer cristão sem vontade até de sair! Diga se não é?

Todas as minhas obrigações me completam e me fazem feliz, deixam-me sentir útil. E eu amo tudo isso! Mas sabe aquele momento que você quer só para você? Você quer esquecer um pouco de tudo? Quer fazer uma atividade sozinha, pensar e falar sozinha? Vocês compreendem? 

Eu tenho sentido ultimamente essa vontade de ter tempo só para mim, tentar me conhecer melhor, fazer as coisas sem metas de horários, sem obrigação, só por prazer mesmo!

Você tem um tempo para você? E sabia que isso é extremamente importante?

photo_1551_20060510

Você se conhece mais, se sente revitalizada, se sente bem melhor e mais feliz! É um aconchego para a alma, uma conversa intima com você mesma.

Desses encontros pessoais com seu eu, você tira conclusões sobre as amizades, sobre a criação dos filhos, situações no casamento. É um check up para a alma, para os sentimentos e para a felicidade. Pode ter certeza!

Nós sentimos, sim, prazer em passear com a família, viajar, almoçar juntos, assistir a filmes em família, fazer um ótimo trabalho. Mas o prazer vez ou outra, de ter um tempinho só, é muito gratificante também.

Se você estiver ficando louca, sem tempo, angustiada com prazos e horários, dê um tempo só para você, vá fazer o que sente prazer, tome um sorvete sozinha, caminhe pela praia, desligue a televisão, dê um tempo para o computador, vá assistir a um filme no cinema, deite na rede e leia um livro, sei lá, faça o que você gosta e deixe os pensamentos se ajeitarem na cabeça. Afinal, toda grande empresa precisa de um balanço anual, ?

Portas fechadas! Tenha um dia desses para você!

Imagens: Freerange

Mais no Bicha Fêmea…

Cumprir tarefas ou saboreá-las?

Que tal um pique-nique?

 

20 comentários sobre “Tenha um tempo para você!”

  1. Fabiana comentou:

    Aiaiai Bicha, me deixasse feliz feliz agora!
    Precisava dessa mega introdução? Nossa, amei! Só vc mesmo pra extrair isso tudo de mim, rs!

    Amei tudo e principalmente seu carinho! Que me é muito especial!

    Obrigada Lidi!

    Bjão!

  2. Elaine Battistel comentou:

    Fabi!!! Vim correndo depois que li o aviso lá no “Ideias, detalhes e dicas”. Ahhh, Fabi, que eu estou precisando mesmo fechar pra balanço…apesar de não ter comentado naquele trololó sobre a mulher querer personalizar a heroína, me identifico muito com a rotina que escreveu lá e aqui também.
    Tenho tantas obrigações e acabo sempre postergando esta parte tão importante que sou eu mesma, fazer algo por mim…
    Identifiquei-me totalmente, pois sabes que tb tenho dois blogs, dois filhos em rotina escolar, meu marido, minha casa (a qual eu mesma cuido) e poucos sabem mais também gerencio financeiramente outra empresa (além da loja virtual), esta requer mais de minha atenção pois fica em outra cidade e opera no setor de transporte agrícola, em que se trabalha 24horas por dia nos 7 dias da semana.
    É dureza, nos pouquíssimos minutos que me sobra, me ponho a pensar sempre em desenvolver algo novo para a loja virtual de artesanato ou em como melhorar a performance da empresa real ou em como adiantar tarefas domésticas…mas acabo nunca pensando em fazer algo dedicado esclusivamente à mim.
    Outro dia vi você e a Claudia comentando sobre manicures e ela dizendo sobre mudanças na rotina, acredito que seja disso a que ela referia. Sobre a atenção a si mesma, reparei e achei legal tb as unhas vermelhas que ela exibiu num tutorial, rsrsrs.
    Ler o seu texto foi para mim mais um incentivo! Fiquei aqui pensando que semana que vem antes do Natal, vou ao salão dar um jeito nas unhas e no cabelo. Talvez me anime e faça um pacote completo com direito à massagem e limpeza de pele, porque não?!
    Bjs, Elaine

  3. Rosi Costa comentou:

    Que bom encontrar um texto da Fabi por aqui. Ela é muito querida na blogosfera, Lidi acertou de novo.

    É incrível como todas estamos passando por essa correria e percebemos que mesmo reclamando, angustiadas e suando feito loucas, a gente sempre dá conta de tudo e ainda sorri no final.

    Fabi, querida. Obrigada por compartilhar um pouco de sua vida e seus sentimentos conosco.

    Um beijo no seu coração.

  4. sandra comentou:

    Fabi, comecei a te acompanhar faz pouco tempo, e já aprendi algumas coisas lendo seus blogs, ví que você é muito batalhadora, e um exemplo!!!

    Estou muito precisando fazer um balanço da minha vida, ficar um pouco só…Ainda mais nessa época do ano!!!

    Parabéns pelo texto, abriu uma janela numa casinha fechada!!!

    Beijão…

  5. Raquel Machado comentou:

    Oi Lidi, tempinho sem aparecer vida corrida e apresentação marcada para hoje…afss…mas tirei um tempinho de passar por aqui…Amei o texto da sua convidada de hoje lindo mesmo…Fabi você disse exatamente tudo as vezes e necessario um tempo para nos mesmos o problema e tirar esse tempo como voce eu costumo meter os pes pelas maos e fazer de tudo e mais um pouco mas as vezes e bom colocar os pes para o ar e fazer nada ne…melhor ainda se for na beira da praia tomanda aquele sol…ai minhas férias que nunca chegam….Bjks

  6. KAROLINE comentou:

    Ta tudo certinho, é exatamente isso, depois a moçoila diz que não tem jeito com as palavras… tem sim e muito, e vc hein dona Lidiane, que blog escandalo!
    Beijos pras duas!

  7. Fabi comentou:

    Xará! Como pode dizer que não sabe se expressar!? Tem dois blogs super bem escritos, e ainda nos presenteia com este ótimo texto! Adorei a analogia das mulheres com as empresas, balanço anual é tudo q precisamos mesmo. Para mim, além do final de ano ter toda a conotação q já tem, recebe um outro motivo p/ reflexão, dezembro é o mês que aniversario. Muito a se pensar sobre o q se passou, no ano e nos anos de vida passados. Gosto disso. Me sinto ganhando em maturidade, experiência e vida. A gente aprende com os erros, com o outro, ou seja, com o que ganhamos e o que perdemos. Muito bom, né? Parabéns! As minhas duas inteligentes, sensíveis, e lindas amigas, Lidi e Fabi. Beijão, Fabi.

  8. Cláudia Ramalho comentou:

    Acho que essa busca pelo tempo pessoal já virou algo generalizado. É um bom alerta para essa época do ano.
    Boa abordagem, Fabi! Ah, acho que vc tem superado muito bem os transtornos da falta de tempo. Seus bolos e doces estão cada vez mais bonitos!
    Ótima escolha, como sempre, Lidiane!

  9. Cibele comentou:

    Lidi, adoro os dois blogs da Fabi, adorei o texto….
    te enviei um e-mail tá?

  10. Ana Claudia comentou:

    ufa ufa!!corri tanto kkkkk!!! Vim te agradeçar pela visitinha lá no blog e espiar o Bicha, tava muito em falta. Ainda estou me acostumando com as mudanças…kkk!! meio lenta sabe como é né!!!!
    bjs mil e brigadinho.

  11. Neli Rodrigues comentou:

    Fabi, falou e disse, acho que é o que todas nós fazemos, trabalhar, cuidar da casa, filhos , cachorros, marido, da família em geral, aprender sempre mais coisas (sarna prá se coçar), mas um tempo só nosso é primordial, senão a gente pira, a depressão chega de mansinho…
    Vc é dez, por isso sou sua seguidora e não apenas mais um número.
    Bjs♥

  12. Fabiana comentou:

    Queria agradecer a cada uma que deixou um comentário aqui!
    Obrigada de coração!
    Bjs!

  13. Luci comentou:

    Que bom ler um texto da Fabi aqui no Bicha! E vocês não vão acreditar, mas acabei de fazer exatamente o que ela falou. Ando a mil nas últimas semana por conta das encomendas, sem ter sábado nem domingo. Hoje quando cheguei no meu “quateliê” fiquei olhando para os trabalhos a terminar e num ato de rebeldia eu disse: quer saber? vou cortar meus cabelos! E foi oque fiz!!!
    Cheguei agora e estou mai sleve e relaxada para enfrentar o dia de trabalho, que com certeza vai render mais só por conta desse tempinho que tirei para mim. E ainda por cima vim dar umas bizuzadas nos blogs :)
    Parabéns para as duas!

    beijoss

  14. Bird Crafts comentou:

    oi Fabi,

    Que gostoso seu texto…So em ler ja me ralaxei! :)

    Essa época do ano nao paupa niguém…Apesar de dizer que vou manerar, preciso de treino e paciencia para poder ter paciencia e me permitir de relaxar ahhhhh……

    Parabéns a vc e a Bonitona da Lidiane que como sempre nao para de homenagear as blogueiras, mas acho que ela é que precisa de uma homenagem, né nao?

    Beijos a todas duas bonitonas ;)

  15. Karla Gisele comentou:

    ô bichinha cheia de idéia massa!
    Adorei o post, a mensagem e a parceria de vcs.
    Realmente precisamos de um tempo para nós para não pirarmos de vez! Tantas atribuições, tantos afazeres e obrigações a serem cumpridas em nosso cotidiano. Nós mulheres, como mães abdicamos sempre de algo em favor dos filhos, como esposas, as vezes nos preterimos em favor do conjuge, enfim, sempre somos renegadas a “segundo” plano, ora por escolha, ora por amor.
    É duro ser mulher mas é bom demais né?
    Bjux para as duas.
    Parabéns pelo tema abordado.

  16. Leticia comentou:

    Lidi,
    nem preciso te dizer que achei a escolha ótima, não? A Fabi é uma graça!!!

    Fabi,
    já tinha lido o seu post, mas por falta de tempo não comentei… sempre o tempo! Estava fora de Sampa… Também comecei a me cobrar um tempo para mim. Tempo para me dedicar ao que gosto, ou até mesmo de sentar sozinha e refletir na vida. Parece que ele é tão difícil de encontrar! E cada vez mais… adorei a sua reflexão e concordo com você! É também a minha busca!

    Beijos às duas!
    lelê

  17. Pingback: E que venha um ano novo… | Bicha Fêmea
  18. Trackback: E que venha um ano novo… | Bicha Fêmea
  19. Pingback: Prateleira do Bicha Fêmea – Fabiana Correia | Bicha Fêmea
  20. Trackback: Prateleira do Bicha Fêmea – Fabiana Correia | Bicha Fêmea
  21. Vilma Ribeiro comentou:

    Ah esses momentos nos levam a um prazer só nosso!
    Há alguns meses descobri o prazer de caminhar na Lagoa… ver os sere vivos que a habitam é incrivel!
    Adorei o texto.PAZ.

    1. Lidiane Vasconcelos comentou:

      Vilma, sabe que também gosto de caminhar e classifico o tempo que caminho como sendo meu? Se não vou com marido, gosto de ouvir música, pensar na vida e observar as pessoas… bom demais. :D

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>